domingo, 14 de junho de 2015

ESTA É A DONA ODILA DORNELES,  NA FOTO COM LENÇO NA CABEÇA.
UMA EXÍMIA COZINHEIRA, GANHADORA DE VÁRIOS PRÊMIOS DE MELHOR COZINHEIRA, 8 ANOS DONA DE RESTAURANTE, O QUAL FOI DESTAK EM UNISTALDA. E NA SELEÇÃO PARA PREENCHER AS VAGAS DE COZINHEIRA PARA EM UNISTALDA. NÃO TEVE NEM UM PONTO. E EU PERGUNTO QUAIS OS CRITÉRIOS PARA A ESCOLHA?? OU FOI A FAMOSA PANELINHA, FAVOR OU ALGUM VOTO NOVO?? HÁ UNISTALDA, SEMPRE NA MESMA MARCHA, ESPERAMOS QUE UM DIA A JUSTIÇA SEJA FEITA, COMO A QUE TEVE AGORA, A ABSOLVIÇÃO DO MOISÉS. POSTADO POR RENATO SOUZA.

sábado, 13 de junho de 2015

  OS MORADORES DA TRAVESSA NESTOR MARTINS DE UNISTALDA, ESTÃO SE PERGUNTANDO, QUANDO VAI FICAR PRONTO O CALÇAMENTO, JÁ QUE A OBRA ESTÁ Á MAIS DE ANO E NADA, COMEÇA E PARA, QUEM PODE EXPLICAR??? POSTADO POR RENATO SOUZA.


quarta-feira, 10 de junho de 2015

 MOISÉS GONÇALVES DE ALMA LAVADA: E agora??  Depois de seis anos, finalmente hoje pela manhã, foi julgado a apelação impetrada pelo Dr. Paulo Roberto Cardoso Oliveira, recorrendo, da cassação do Ex-Prefeito de Unistalda Moisés Gonçalves, caçado, do Município de Unistalda. Em julgamento, o Moisés Gonçalves ganhou por 7 votos contra 0.  Tendo de volta os seus direitos políticos. POSTADO POR RENATO SOUZA.                                          


    DO BLOG: E depois de mais de 6 anos, quem vai pagar as despesas?   A imagem foi arranhada politicamente, e aqueles que outrora sorriram com a cassação, denegrindo a imagem de um cidadão que só o bem fez por Unistalda, fica a pergunta, Quem vai pagar???

terça-feira, 21 de abril de 2015

PDT-RS muda e agora é contra terceirização

Deputados federais da sigla dizem que irão votar para restringir proposta
Cherini diz que a questão não é ideológica | Foto: Lúcio Bernardo Jr / Câmara / CP
Cherini diz que a questão não é ideológica. A volta da Lei das Terceirizações para a pauta da Câmara dos Deputados, amanhã, promete uma nova rodada de polêmicas entre os pedetistas gaúchos. Os deputados já aprovaram o texto-base da proposta, mas precisam concluir a análise dos destaques e das emendas apresentados ao projeto. Após dois dos três deputados federais votarem a favor da lei que amplia a possibilidade terceirização nas empresas, lideranças do PDT gaúcho se revoltaram com a posição da bancada em Brasília. Agora, para as votações de amanhã, os três parlamentares pedetistas do RS dizem que irão restringir ao máximo a abrangência da lei.

O deputado Giovani Cherini garante que não mudou de opinião e quer esclarecer até onde pode se estender a atividade-meio. “Não é uma questão ideológica, é pela segurança dos trabalhadores que estão à mercê dessa regulamentação”. Segundo ele, as críticas deveriam ser encaminhadas ao Tribunal Superior do Trabalho. “Eles que criaram a lei, agora são contra.”

O pedetista Afonso Motta se diz sensível ao debate criado em torno do tema. “Fizemos esforço para que não entrasse na pauta, e votamos contra a urgência. Agora teremos posição bastante restritiva. Sabíamos das pressões que viriam”, declarou.

Para o deputado Pompeo de Mattos, presidente estadual do partido, o PDT teve coragem. “O primeiro voto que o PDT deu foi para desprecarizar os 12 milhões de trabalhadores terceirizados. E agora, na segunda rodada de votos, é para não permitir a precarização dos mais de 40 milhões formalizados. Não há trabalhadores mais importante que os outros”, afirmou, acusando a bancada petista de dar o “voto covarde” contra os trabalhadores terceirizados. “Demos a cara a tapa. Quem questionou, não entendeu, mas aos poucos vão compreender”, disse aos correligionários insatisfeitos.

quinta-feira, 19 de março de 2015

TRE mantém cassado ex-presidente da Assembleia Gilmar Sossela

Pedetista perde o mandato a partir da publicação do acórdão

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manteve a cassação do mandato do deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa Gilmar Sossella. A relatora, desembargadora Maria de Fátima Labarrère entendeu que houve captação ilícita de recursos para a campanha e abuso do poder político.
Sossela perde o mandato com a publicação do acórdão. A defesa do parlamentar vai tentar o efeito suspensivo da decisão até haver o julgamento de recurso, a ser protocolado no Tribunal Superior Eleitoral. A sentença também torna o deputado inelegível por oito anos e o obriga a pagar multa de R$ 10 mil.
O parlamentar foi acusado de utilizar o cargo de presidente da Assembleia Legislativa para pressionar servidores que detinham funções gratificadas a adquirir convite para evento de apoio à reeleição dele, no ano passado. A demissão de um funcionário que se recusou a comprar o ingresso foi um dos argumentos utilizados pela desembargadora para justificar a decisão.

quarta-feira, 18 de março de 2015


      Está em andamento a construção da nova Escola Julio Biasí, a Empresa responsável pela execução da obra, a Construtora Girelli, está em ritmo acelerado, em breve será entregue para o Município.Aqui fotos da  Obra da Nova Escola.










terça-feira, 17 de março de 2015


A Administração de Capão do Cipó contrata o Médico Roberto Fernandes Nicola, Clinico Geral, que  atende as segundas e as terças, todo o dia e quarta feira até o meio dia, e Plantão aos sábados. DO BLOG:: Mais médicos para atender a população, governo que pensa no povo, faz pelo povo.